quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Tal Farlow

1969 - The Return Of Tal Farlow
Gênero: Jazz / Bebop / Mainstream Jazz / Cool Jazz



Tal Farlow possuía uma técnica impecável, habilidoso e dono de uma velocidade considerada incrível, seus fraseados virtuosos e cheios de swing, fizeram dele um dos melhores e mais conhecidos guitarristas de jazz da história. Sua facilidade e a maneira como tocava, rendeu a ele o apelido de polvo, suas mãos eram grandes e seus dedos eram como tentáculos, envolviam a guitarrista de tal forma que o guitarrista conseguia reproduzir qualquer solo ou fraseado com uma agilidade incrível.

Tal Farlow nasceu em Greensboro, Carolina do Norte, em 1921. Como todo grande músico, foi criado em um ambiente musical, seu pai tocava vários instrumentos, enquanto sua mãe e irmã tocavam piano. Tal trabalhava como pintor de tabuleta ou de letreiros de comércio, continuou na profissão por toda sua vida, sempre em paralelo com sua carreira musical. Seu interesse pela música aconteceu após ouvir pela primeira vez no rádio o guitarrista Charlie Christian, depois disso Tal Farlow ficou tão impressionado pela maneira como Charlie tocava, que aprendeu a tocar sozinho todos os solos do guitarrista, ouvindo somente os discos do Benny Goodman. Na década de 40, tocou e participou de uma série de gravações com Buddy DeFranco, Artie Shaw, durante um período fez parte do trio do vibrafonista Red Norvo, mais foi na década de 50 que Tal Farlow alcançou ainda mais reconhecimento, após gravar os álbuns “Tal” (1956), “This is Tal Farlow” (1958), “Autumn in New York” e “The Tal Farlow Album”. Depois disso, o guitarrista mudou-se para Sea Bright, Nova Jersey, onde voltou ao seu trabalho como pintor e também se apresentava em clubes locais e de tempos em tempos fazia uma ou outra gravação. Em 1962 a Gibson produziu um modelo de guitarra exclusiva para Tal Farlow, como uma forma de homenageá-lo. Foram produzidos apenas 215 exemplares, entre os anos de 1962 e 1969. No site oficial da Gibson você poderá encontrar maiores informações sobre o instrumento (Clique Aqui). No final dos anos 70, a Concord Jazz propôs ao guitarrista uma série de gravações, que soaram tão surpreendentes como as que ele fazia na década de 50. Apesar do tempo, Tal Farlow se mostrou em plena forma, porém depois desse período de gravação o guitarrista desapareceu novamente. No decorrer da sua carreira, Tal Farlow teve seus álbuns lançados pelos seguintes selos, Blue Note, Prestige, Concord Jazz e pela Verve Records, responsável por lançar seus álbuns atualmente. Tal Farlow morreu em julho de 1998, aos 77 anos.

O álbum “The Return Of Tal Farlow” (1969) marca o retorno do guitarrista após um longo período. O guitarrista explora o jazz com muita propriedade, acompanhado pelo trio formado por John Scully (piano), Jack Six (baixo) e Alan Downson (bateria), Tal Farlow se sente livre para improvisar, que por sinal faz muito bem. Seus solos rápidos e precisos são sem dúvida um destaque a parte, como mostra a faixa de abertura “Straight, No Chaser”, onde o guitarrista e o trio se mostram afinadíssimos, criando um ambiente baseado no improviso. Há espaço para baladas jazzísticas e Standards como “Darn That Dream”, a maravilhosa “Summertime”, “My Romance” de Richard Rodgers, “I'll Remember April”, canção que ficou imortalizada na voz e nos instrumentos de grandes músicos do jazz e fechando o álbum à canção “Crazy, She Calls Me”. É impossível não se render ao talento dos guitarristas de jazz, eu que me interessei pelo jazz depois de ouvir John Pizzarelli, incluo agora na minha lista o guitarrista Tal Farlow. Boa Audição.

Track List

01. Straight, No Chaser
02. Darn That Dream
03. Summertime
04. Sometime Ago
05. I'll Remember April
06. My Romance
07. Crazy, She Calls Me

Tal Farlow (The Legendary Guitar of Tal Farlow DVD)


Site Oficial: Tal Farlow

2 comentários :

  1. F-E-N-O-M-E-N-A-L!!!! Cabe mais algum comentario?

    ResponderExcluir
  2. Grande guitarrista Tal Farlow, a muito tempo no escutava essa maravilha.

    ResponderExcluir